Sabin Por: Sabin
Leitura
7min 40s
OUVIR 00:00
AAA

Se você tem o hábito de realizar avaliações médicas periódicas, já deve ter feito jejum para exames de sangue. Essa é uma recomendação feita quando existe a necessidade de investigar alguns parâmetros que podem ter interferência da alimentação.

Porém, não são todos os exames que exigem a realização do jejum. Ainda, o tempo sem se alimentar varia de acordo com o tipo de análise que será feito. É preciso considerar, também, que não se trata apenas de não se alimentar.

Preparamos este artigo para que você entenda um pouco mais sobre esse assunto, saiba quando o jejum precisa ser feito e de que maneira o realizar de forma eficiente. Acompanhe!

Qual é a importância dos exames complementares para a avaliação médica?

Algumas vezes, os sintomas relatados pelo paciente em conjunto com a avaliação física não são suficientes para o médico conhecer o seu estado de saúde. É por isso que ele solicita exames, como os de sangue, para complementar os dados obtidos com a análise clínica, para fazer um diagnóstico.

Esses procedimentos são importantes para entender o que está acontecendo com o nosso organismo. Afinal, diversas alterações orgânicas podem ser identificadas por meio de exames laboratoriais.

Assim, o médico pode saber, por exemplo, se o paciente está com o nível de glicose muito alto ou baixo, assim como o colesterol, triglicerídeos, plaquetas e até mesmo as concentrações de nutrientes. Existem várias avaliações que podem ser realizadas por meio de uma simples coleta de sangue.

Os exames auxiliam para que o médico possa fazer a melhor orientação tanto preventiva como terapêutica.

Quando é preciso ficar em jejum para o exame de sangue?

Você viu que os exames laboratoriais frequentemente complementam a avaliação médica no cuidado com a nossa saúde. Para que o resultado do exame reflita realmente o que acontece no nosso corpo e não sofra influência de fatores externos que podem alterar os resultados, devemos seguir as orientações necessárias antes da coleta.

Cada exame tem a sua peculiaridade. O jejum antes da coleta era inicialmente indicado para a maioria dos exames, mas isso já mudou. Hoje os avanços técnicos possibilitaram que possamos colher exames de forma confortável, sem jejum, para a maioria dos casos.

Enquanto para realizar o hemograma não é necessário jejum, para a glicemia sugere-se um jejum de 8 a 10 horas. Já para o lipidograma, perfil lipídico, colesterol e frações, o jejum não é obrigatório, mas o médico algumas vezes orienta como achar melhor avaliá-lo, com jejum de 12 horas ou não.

É importante você avisar ao atendente no laboratório se você está ou não em jejum e de quantas horas. Vale destacar, também, que em qualquer jejum a água pode ser ingerida.

Quais são os exames que precisam de jejum?

Hoje, são milhares os tipos de exames que podem ser realizados por meio da coleta de sangue. Por isso, embora para a maioria o jejum não seja necessário, para outros ele é obrigatório. Assim, é muito importante buscar a informação correta antes da coleta.

Além disso, alguns exames necessitam de uma dieta específica e outros da suspensão de determinados alimentos que podem interferir no resultado.

Pode beber água?

Quem estiver fazendo jejum para exame de sangue pode beber água pura. Isso porque a água não vai interferir nos resultados dos exames.

Com relação à ingestão de água para administração de medicamentos, é preciso receber uma instrução específica em cada caso.

Não é recomendado deixar de tomar a medicação contínua sem consultar o médico. Somente ele pode dizer se deve ou não ser suspensa em função do exame.

Caso você continue tomando o medicamento, é importante dar essa informação na hora da coleta da amostra.

Quais são as regras para um jejum eficiente?

Fazer corretamente o jejum para exames de sangue é importante para que os resultados obtidos sejam fiéis ao seu estado clínico. A seguir, deixamos algumas recomendações para que essa preparação seja eficiente.

Entenda o período de jejum necessário

O tempo de jejum varia de acordo com o tipo de exame que será feito. Busque a informação correta para que o seu exame tenha um resultado correto que auxilie a avaliação médica.

Evite o consumo de bebidas alcoólicas

As bebidas alcóolicas podem interferir em alguns testes laboratoriais. O ideal é evitar a ingestão por pelo menos 72 horas antes de realizar o exame de sangue, para não interferir no resultado.

Evite o uso do tabaco

O tabaco também pode provocar alterações nos resultados, como acontece com as bebidas alcoólicas. Por isso, ele deve ser evitado durante o jejum para exame de sangue de acordo com as recomendações do especialista.

Evite praticar exercícios físicos

Os exercícios físicos, principalmente os intensos que levam a grande atividade muscular, podem interferir no resultado de alguns testes laboratoriais. Sendo assim, existem casos em que eles devem ser evitados antes do procedimento. De toda forma, é preciso confirmar com o médico para entender a necessidade de cada pessoa.

O que acontece se o jejum não for feito?

Quando vamos ao médico e ao laboratório realizar exames, estamos exercendo um autocuidado, certo? Logo, queremos a melhor orientação para continuarmos bem ou melhorarmos de algo. Assim, devemos seguir as orientações necessárias antes da coleta para que os resultados dos exames demonstrem ao médico o estado real do que acontece no nosso organismo. Com isso diminuímos ao máximo a chance de falsos positivos ou negativos e tomamos os cuidados ao nosso alcance para colhermos os melhores resultados.

A dosagem do lipidograma, por exemplo, é um exame que deve ser realizado sem alterações na dieta mais rotineira da pessoa — como por exemplo deixar de ingerir frituras na semana anterior ao exame de colesterol. Fazemos isso para que os resultados mostrem para o médico um estado habitual, não falseado.

Também pode acontecer de, se você realizar o exame sem ter feito o jejum, o médico solicitar uma nova coleta. Você fará dois exames, o que não é muito agradável. Portanto, tire todas as suas dúvidas para saber como se preparar e cumpra essas indicações porque isso impacta sua própria saúde.

Vale lembrar que o jejum para exame de sangue pode ser diferente para cada pessoa, dependendo daquilo que o médico deseja investigar. Então, siga sempre o que o especialista está indicando para você e converse com ele se tiver qualquer dúvida ou dificuldade.

Gostou dessas dicas? Então assine a nossa newsletter para podermos enviar outras informações para o seu e-mail. Temos muitos materiais interessantes para compartilhar com você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Autocuidado

Conheça 8 dicas práticas para ter uma rotina saudável

É muito comum ouvirmos que devemos adotar uma rotina saudável. Essa ideia está presente na mídia, nos consultórios médicos e até nas rodas de conversa em família. Mas, afinal, o que isso significa? A verdade é que depende. Não há uma única...

Autocuidado

Saiba como os exercícios físicos ajudam na sua saúde

Você já deve ter ouvido falar sobre como exercícios físicos ajudam na saúde, certo? Mas, afinal, qual é a relevância desse hábito para o nosso dia a dia? Apenas se exercitar é o suficiente para ter um organismo mais saudável? E como praticá-los da...

Saúde

O que é Novembro Azul? Entenda o mês de prevenção ao câncer de próstata

Quando o assunto é câncer, todo mundo fica um pouco assustado. Não é para menos, já que essa é uma doença séria, podendo ser fatal. No entanto, uma das principais medidas para evitar esse desfecho é o diagnóstico precoce, um dos principais temas...

Jejum para exames de sangue: quais são os exames que pedem e por que é necessário?; Se você tem o hábito de realizar avaliações médicas periódicas, já deve ter feito jejum para exames de sangue. Essa é uma recomendação feita quando existe a necessidade de investigar alguns parâmetros que podem ter interferência da alimentação. Porém, não são todos os exames que exigem a realização do jejum. Ainda, o tempo sem se alimentar varia de acordo com o tipo de análise que será feito. É preciso considerar, também, que não se trata apenas de não se alimentar. Preparamos este artigo para que você entenda um pouco mais sobre esse assunto, saiba quando o jejum precisa ser feito e de que maneira o realizar de forma eficiente. Acompanhe! Qual é a importância dos exames complementares para a avaliação médica? Algumas vezes, os sintomas relatados pelo paciente em conjunto com a avaliação física não são suficientes para o médico conhecer o seu estado de saúde. É por isso que ele solicita exames, como os de sangue, para complementar os dados obtidos com a análise clínica, para fazer um diagnóstico. Esses procedimentos são importantes para entender o que está acontecendo com o nosso organismo. Afinal, diversas alterações orgânicas podem ser identificadas por meio de exames laboratoriais. Assim, o médico pode saber, por exemplo, se o paciente está com o nível de glicose muito alto ou baixo, assim como o colesterol, triglicerídeos, plaquetas e até mesmo as concentrações de nutrientes. Existem várias avaliações que podem ser realizadas por meio de uma simples coleta de sangue. Os exames auxiliam para que o médico possa fazer a melhor orientação tanto preventiva como terapêutica. Quando é preciso ficar em jejum para o exame de sangue? Você viu que os exames laboratoriais frequentemente complementam a avaliação médica no cuidado com a nossa saúde. Para que o resultado do exame reflita realmente o que acontece no nosso corpo e não sofra influência de fatores externos que podem alterar os resultados, devemos seguir as orientações necessárias antes da coleta. Cada exame tem a sua peculiaridade. O jejum antes da coleta era inicialmente indicado para a maioria dos exames, mas isso já mudou. Hoje os avanços técnicos possibilitaram que possamos colher exames de forma confortável, sem jejum, para a maioria dos casos. Enquanto para realizar o hemograma não é necessário jejum, para a glicemia sugere-se um jejum de 8 a 10 horas. Já para o lipidograma, perfil lipídico, colesterol e frações, o jejum não é obrigatório, mas o médico algumas vezes orienta como achar melhor avaliá-lo, com jejum de 12 horas ou não. É importante você avisar ao atendente no laboratório se você está ou não em jejum e de quantas horas. Vale destacar, também, que em qualquer jejum a água pode ser ingerida. Quais são os exames que precisam de jejum? Hoje, são milhares os tipos de exames que podem ser realizados por meio da coleta de sangue. Por isso, embora para a maioria o jejum não seja necessário, para outros ele é obrigatório. Assim, é muito importante buscar a informação correta antes da coleta. Além disso, alguns exames necessitam de uma dieta específica e outros da suspensão de determinados alimentos que podem interferir no resultado. Pode beber água? Quem estiver fazendo jejum para exame de sangue pode beber água pura. Isso porque a água não vai interferir nos resultados dos exames. Com relação à ingestão de água para administração de medicamentos, é preciso receber uma instrução específica em cada caso. Não é recomendado deixar de tomar a medicação contínua sem consultar o médico. Somente ele pode dizer se deve ou não ser suspensa em função do exame. Caso você continue tomando o medicamento, é importante dar essa informação na hora da coleta da amostra. Quais são as regras para um jejum eficiente? Fazer corretamente o jejum para exames de sangue é importante para que os resultados obtidos sejam fiéis ao seu estado clínico. A seguir, deixamos algumas recomendações para que essa preparação seja eficiente. Entenda o período de jejum necessário O tempo de jejum varia de acordo com o tipo de exame que será feito. Busque a informação correta para que o seu exame tenha um resultado correto que auxilie a avaliação médica. Evite o consumo de bebidas alcoólicas As bebidas alcóolicas podem interferir em alguns testes laboratoriais. O ideal é evitar a ingestão por pelo menos 72 horas antes de realizar o exame de sangue, para não interferir no resultado. Evite o uso do tabaco O tabaco também pode provocar alterações nos resultados, como acontece com as bebidas alcoólicas. Por isso, ele deve ser evitado durante o jejum para exame de sangue de acordo com as recomendações do especialista. Evite praticar exercícios físicos Os exercícios físicos, principalmente os intensos que levam a grande atividade muscular, podem interferir no resultado de alguns testes laboratoriais. Sendo assim, existem casos em que eles devem ser evitados antes do procedimento. De toda forma, é preciso confirmar com o médico para entender a necessidade de cada pessoa. O que acontece se o jejum não for feito? Quando vamos ao médico e ao laboratório realizar exames, estamos exercendo um autocuidado, certo? Logo, queremos a melhor orientação para continuarmos bem ou melhorarmos de algo. Assim, devemos seguir as orientações necessárias antes da coleta para que os resultados dos exames demonstrem ao médico o estado real do que acontece no nosso organismo. Com isso diminuímos ao máximo a chance de falsos positivos ou negativos e tomamos os cuidados ao nosso alcance para colhermos os melhores resultados. A dosagem do lipidograma, por exemplo, é um exame que deve ser realizado sem alterações na dieta mais rotineira da pessoa — como por exemplo deixar de ingerir frituras na semana anterior ao exame de colesterol. Fazemos isso para que os resultados mostrem para o médico um estado habitual, não falseado. Também pode acontecer de, se você realizar o exame sem ter feito o jejum, o médico solicitar uma nova coleta. Você fará dois exames, o que não é muito agradável. Portanto, tire todas as suas dúvidas para saber como se preparar e cumpra essas indicações porque isso impacta sua própria saúde. Vale lembrar que o jejum para exame de sangue pode ser diferente para cada pessoa, dependendo daquilo que o médico deseja investigar. Então, siga sempre o que o especialista está indicando para você e converse com ele se tiver qualquer dúvida ou dificuldade. Gostou dessas dicas? Então assine a nossa newsletter para podermos enviar outras informações para o seu e-mail. Temos muitos materiais interessantes para compartilhar com você!

Olá! Nosso site utiliza cookies para que possamos otimizar o atendimento que prestamos a você. Ao utilizar nosso site, você concorda com uso deles. Para saber mais, leia nossa política de privacidade.